Pular para o conteúdo principal

O Prazer da Endorfina


Você já deve ter ouvido que praticar um esporte como a corrida pode ajudar na melhora física e mental. Já deve ter ouvido também que a atividade física dá aquela sensação de bem-estar logo após a sua prática. Isso tudo tem explicação científica. Trata-se da endorfina.

O termo endorfina se origina das palavras endo (interno) e morfina (analgésico), e trata-se de um neuro-hormônio endógeno (produzido pelo próprio corpo), da glândula hipófise. A endorfina traz vários benefícios para o nosso corpo, como aumento de disposição, melhora no sistema imunológico e alívio de dores.

“A endorfina é o que chamamos de neurotrasmissor, ou seja, é uma substância produzida pelo cérebro através do estímulo de exercícios físicos aeróbios, que modula dor e estresse. Regula a utilização de carboidratos como forma de energia, estimulando a queima de gordura corporal como forma de energia”, explica Páblius Staduto Braga da Silva, médico do esporte do Hospital 9 de Julho, que completa.

“Sua liberação através do esporte propicia o aumento da disposição física e mental, dá a sensação de bem-estar, alivia as dores, melhora a resistência física e a tolerância ao esforço fisico, melhora o humor etc”.

A corrida e a endorfina
Por mais cansativo e doloroso que tenha sido o treinamento, ou até mesmo a prova, é comum que os corredores, logo após terminarem o exercício, sintam uma sensação de satisfação, de alegria. Isso também se explica cientificamente.

Um estudo recente da Universidade de Bohn, na Alemanha, analisou o cérebro de 10 corredores antes e depois de uma corrida de duas horas de duração. Imagens captadas da região mostraram áreas ligadas à emoção que foram ativadas por causa da liberação da endorfina. Os participantes da pesquisa relataram ainda que, após o término da atividade, sentiram um aumento de euforia e de bem-estar.

“A corrida ajuda sim na liberação de endorfina, principalmente por ser uma atividade aeróbia, ou seja, de média intensidade e de longa duração. Após 30 minutos de atividade o corpo começa a liberar este hormônio, que está ligado à sensação de prazer por causa da ação cerebral.”, comenta Staduto.

A endorfina vicia?
Depois que começam a correr, muitos atletas dizem que não conseguem mais parar. E ainda vão além, se dizem “viciados” pela atividade. Isso é natural, já que uma vez que o organismo se acostuma com as boas sensações geradas, isso gera uma espécie de dependência, ou seja, o corpo sente falta das substâncias liberadas pelo exercício, como a própria endorfina.

“A prática de atividades promove a liberação dessa substância, que é uma espécie de ´droga natural´. Por ser produzida pelo próprio organismo, a endorfina é benéfica e funciona como um anestésico natural, que diminui a dor após uma determinada carga de exercícios”, afirma Maurício Pires de Albuquerque, psicólogo clínico e esportivo e professor de Psicologia Esportiva do IEFD/UERJ.

“De certa forma, podemos dizer que a endorfina é viciante sim, já que a falta do exercício físico por alguns dias, quando se está em um treinamento, pode levar à sensação de desconforto, mau-humor e cansaço. Prontamente as boas sensações retornam após reiniciar o programa de treinamento. É o ´sentir falta do exercício´”, completa Staduto.

http://o2porminuto.uol.com.br/

Comentários

  1. Ai, amiga, e esta sensação que o nosso organismo proporciona é tão boa ... Nossa ! É super estimulante, só faz bem, mesmo !! Bom post, como sempre ! (aos poucos vou lendo de tudo por aqui). Obrigada pelo comentário no meu bloguinho.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Maratona de Porto Alegre 2017

Já está disponível no site da 34ªMaratona Internacional de Porto Alegre o percurso, faremos um lindo tour pela cidade.

A Maratona de POA é considerada uma das mais rápidas por ser praticamente plana e com temperatura baixa.
No ano passado a maratona foi bem gelada, com temperatura perto de 0ªC(zero).  É bom preparar-se para o frio e com roupas confortáveis.

Algumas informações:
LOCAL E DATA:  será realizada no dia 11 de junho de 2017, com Largada e chegada  no BARRA SHOPPING SUL,  Av. Diário de Notícias, 300, Bairro  Cristal. ENTREGA DOS KITS:BARRA SHOPPING SUL,  dias 08, 09 e 10/06 das 11h até as 19hs (não haverá entrega de kits no dia do evento) FEIRA DA MARATONA 08, 09, 10 E 11/06.
 PROGRAMAÇÃO 6h45min: Cadeirante, HandBike e Especial (Maratona): 6h55min: Elite Maratona Feminina 7h: Maratona Masculina Elite, público geral, Maratona Feminina público geral e Meia Maratona de Porto Alegre (todos os participantes). 7h30min: Rústica de Porto Alegre 10km, 5km de Porto Alegre e 3km de Porto Alegre 10…

Bolo de Cenoura com farinha de Coco

Uma ótima novidade, o Wagner Andrade estará compartilhando suas deliciosas receitas aqui no blog, todas produzidas por ele, receitas leves que valem a pena experimentar, para estreia temos esse delicioso Bolo de Cenoura.



Bolo de cenoura Proteico com farinha de coco e farelo aveia

Ingredientes:
-3 cenouras média  
- 6 claras
- Essência de baunilha
- Stevia 40 a 50 gotas
- 50ml de água fervente
- Fermento 1 colher de chá
Opções de acompanhamentos que super combinam: whey, leite em pó, pasta de amendoim, banana, morango, canela, coco ralado.
- 3 ovos
- 150g de farinha de coco - 150g de farelo de aveia
- 90g de chocolate 60% a 70% cacau cobertura

1. No liquidificador bata as cenouras picadas, ovos, claras, baunilha e o adoçante por volta de 1 a 2 minutos até as cenouras ficarem bem processadas.

2. Agora acrescente as farinhas de coco e farelo de aveia e misture com uma colher, aos poucos acrescente a água fervente até que a massa fique pastosa e por último o fermento químico. Leve ao forno pré-a…

A Dor e Alegria de correr a primeira Maratona

No domingo 11/06 aconteceu a Maratona Internacional de Porto Alegre.  A prova reuniu quase 10 mil corredores nos percursos de 3km, 5km, 10km, 21km e 42km.
Como comentei anteriormente aqui no blog, decidi treinar, me preparar para fazer a tão sonhada primeira maratona. Foram 4 meses de treinos específicos até a data da prova, já com uma base de 8 anos na corrida de rua. - Foram quatro meses pensando, acordando, treinando, dormindo, comendo, tudo...pensando na maratona. - Treinos 6 vezes na semana, algumas vezes 2 treinos no dia. - Tudo que comia, pensava na tal da maratona. "Isso pode, isso não, isso vai comprometer no treino." Tive a orientação da Nutri Adriane Rodriguez.  - Algumas (muitas) renúncias, saidinhas, bebidinhas, a prioridade era sempre tentar dormir mais cedo. Saída na sexta à noite? Nem pensar, sábado tem longão, ou seja, treino com a maior quilometragem da semana. E assim foi, vieram os treinos de 25km, 26km, o assustador 30km e 32km. A parceria e amizade nos treinos …