domingo, 30 de agosto de 2009

O que não é normal em uma dieta

Dor de cabeça, mal-estar, irritação? Isso não é normal em uma dieta equilibrada.

A estação quente se aproxima e, nesta época do ano, muita gente costuma iniciar uma "operação verão" para entrar em forma.
Uma das atitudes mais comuns, principalmente entre as mulheres, é apostar em dietas radicais, da moda, sonhando em virar uma Angelina Jolie da noite para o dia.
As pessoas até perdem alguns quilinhos, mas como ninguém aguenta viver à base de sopas, 90% recuperam o peso perdido e ganham outros quilos mais até mais rápido do que emagrecem.
Se o motivo pelo qual você não consegue levar adiante a dieta para sempre, além das tentações do dia-a-dia, é o mal-estar que sente, é sinal de que há algo errado ou com a restrição alimentar adotada.
O que acontece com quem adota uma dieta radical:
- Desmaios
- Arritmias cardíacas
- Mudanças de humor
- Fome extrema
- Tontura
- Enjoo
- Insônia
- Dor de cabeça constante

Se você estiver seguindo uma dieta por conta própria, o ideal é que procure orientação nutricional e faça exames médicos. Passe longe de dietas milagrosas.
Veja o que diz Ana Maria Rossi, psicóloga, PhD em Psicologia Clínica e Comunicação Verbal, especialista em tratamento de estresse e biofeedback, presidente da International Stress Management Association no Brasil, de Porto Alegre:
- O sucesso de uma dieta depende de três fatores: equilíbrio emocional, atividade física e alimentação, nessa ordem de importância. Coloco atividade física antes de alimentação pela grande quantidade de benefícios que ela proporciona: ajuda na queima calórica, aceleração do metabolismo, além de proporcionar bem-estar e aumentar a autoestima. Ou seja, também ajuda no equilíbrio emocional.

0 comentários:

Postar um comentário