Pular para o conteúdo principal

Quer correr com mais disposição e menos fadiga?

Sem cansaço - O segredo pode estar na alimentação correta

Corredores, em geral, tendem a controlar um pouco as refeições. O problema é quando isso reduz a quantidade de alguns nutrientes muito importantes para o funcionamento do corpo e o bom desempenho nas corridas.

Alguns dos micronutrientes (ou seja, vitaminas e minerais) aos quais é preciso ficar atento são ferro, vitamina C e cálcio, necessários em grandes quantidades e que o corpo não consegue absorver muito ao mesmo tempo. Assim, não adianta tomar três copos de leite achando que fará um “estoque” de cálcio. Afinal, o excesso também é prejudicial.

Assunto “complexo”
Para a nutricionista Patrícia Bertolucci, especializada em fisiologia do exercício pela Unifesp, a fadiga momentânea é causada principalmente pela deficiência de vitaminas do complexo B. “As B3 e B2 são as que mais interferem no rendimento, e estão em grãos integrais e legumes. Já a B12 também é importante e se encontra nas carnes vermelhas, leite e derivados”, explica.

Outro que garante a força extra para a corrida é o ferro, pois é necessário para a produção de células vermelhas (hemoglobina), responsáveis por carregar o oxigênio para os músculos. Sem isso, a fadiga aparece rapidamente.

Os corredores estão mais propensos a perdê-lo, pois o ferro sai junto com o suor. Outro fator que torna ainda mais necessária a reposição para adeptos das passadas que para outros atletas deve-se ao alto impacto do esporte.

“Com o choque no chão, danificam-se células vermelhas no pé, lá se vão mais algumas hemoglobinas e a oferta de ferro cai”, explica Pablo Christiano Lollo, formado em educação física pela Unicamp (Universidade de Campinas) e doutorando em engenharia de alimentos pela mesma universidade. Uma dica, neste caso, é caprichar no amortecimento do tênis.

Para as mulheres, o período menstrual também é critico para perda de ferro. Para aumentar a absorção do micronutriente, inclua sempre alimentos ricos em vitamina C nas refeições e evite café e chá, que, por outro lado, reduzem a absorção dele.

Chocolate também pode
Um mineral muito importante para corredores é o magnésio. É raro haver deficiência dele, mas, se houver, certamente as câimbras e fadigas musculares vão aparecer, uma vez que ele participa do metabolismo dos carboidratos e também do processo de contração muscular.

“O magnésio pode ser encontrado em folhas verde-escuras, alimentos integrais, oleaginosas (castanhas e amêndoas, por exemplo) e até no chocolate principalmente no amargo, que é mais rico em cacau”, explica a nutricionista Luciana Setaro, mestre em nutrição humana aplicada e doutoranda em ciência dos alimentos pela USP (Universidade de São Paulo).

Gorduras “boas”
O cálcio é essencial na alimentação do atleta, pois entra no processo de contração muscular. No entanto, é um exemplo clássico de como o excesso pode ser prejudicial. Cientistas da Universidade de Columbia, nos Estados Unidos, descobriram que uma das causas da fadiga muscular está relacionada ao vazamento de cálcio para dentro das células, que enfraquece a força produzida pelo músculo e ativa uma enzima digestora de proteínas, que danifica as fibras musculares.

Entretanto, incluí-lo nas refeições é essencial. Segundo Luciana, o que ajuda o bom aproveitamento do mineral são as gorduras, pois os lipídeos são formadores de hormônios, e um deles, especificamente o estrogênio, é responsável pela absorção de cálcio pelos ossos. Ou seja, uma dieta hipocalórica (com muito pouca gordura) pode até causar osteoporose.

o2porminuto.uol.com.br

Comentários

  1. Tu te puxa muito nas dicas!
    Sou teu fã!
    Grande bjo!
    Mágnor

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Maratona de Porto Alegre 2017

Já está disponível no site da 34ªMaratona Internacional de Porto Alegre o percurso, faremos um lindo tour pela cidade.

A Maratona de POA é considerada uma das mais rápidas por ser praticamente plana e com temperatura baixa.
No ano passado a maratona foi bem gelada, com temperatura perto de 0ªC(zero).  É bom preparar-se para o frio e com roupas confortáveis.

Algumas informações:
LOCAL E DATA:  será realizada no dia 11 de junho de 2017, com Largada e chegada  no BARRA SHOPPING SUL,  Av. Diário de Notícias, 300, Bairro  Cristal. ENTREGA DOS KITS:BARRA SHOPPING SUL,  dias 08, 09 e 10/06 das 11h até as 19hs (não haverá entrega de kits no dia do evento) FEIRA DA MARATONA 08, 09, 10 E 11/06.
 PROGRAMAÇÃO 6h45min: Cadeirante, HandBike e Especial (Maratona): 6h55min: Elite Maratona Feminina 7h: Maratona Masculina Elite, público geral, Maratona Feminina público geral e Meia Maratona de Porto Alegre (todos os participantes). 7h30min: Rústica de Porto Alegre 10km, 5km de Porto Alegre e 3km de Porto Alegre 10…

Bolo de Cenoura com farinha de Coco

Uma ótima novidade, o Wagner Andrade estará compartilhando suas deliciosas receitas aqui no blog, todas produzidas por ele, receitas leves que valem a pena experimentar, para estreia temos esse delicioso Bolo de Cenoura.



Bolo de cenoura Proteico com farinha de coco e farelo aveia

Ingredientes:
-3 cenouras média  
- 6 claras
- Essência de baunilha
- Stevia 40 a 50 gotas
- 50ml de água fervente
- Fermento 1 colher de chá
Opções de acompanhamentos que super combinam: whey, leite em pó, pasta de amendoim, banana, morango, canela, coco ralado.
- 3 ovos
- 150g de farinha de coco - 150g de farelo de aveia
- 90g de chocolate 60% a 70% cacau cobertura

1. No liquidificador bata as cenouras picadas, ovos, claras, baunilha e o adoçante por volta de 1 a 2 minutos até as cenouras ficarem bem processadas.

2. Agora acrescente as farinhas de coco e farelo de aveia e misture com uma colher, aos poucos acrescente a água fervente até que a massa fique pastosa e por último o fermento químico. Leve ao forno pré-a…

A Dor e Alegria de correr a primeira Maratona

No domingo 11/06 aconteceu a Maratona Internacional de Porto Alegre.  A prova reuniu quase 10 mil corredores nos percursos de 3km, 5km, 10km, 21km e 42km.
Como comentei anteriormente aqui no blog, decidi treinar, me preparar para fazer a tão sonhada primeira maratona. Foram 4 meses de treinos específicos até a data da prova, já com uma base de 8 anos na corrida de rua. - Foram quatro meses pensando, acordando, treinando, dormindo, comendo, tudo...pensando na maratona. - Treinos 6 vezes na semana, algumas vezes 2 treinos no dia. - Tudo que comia, pensava na tal da maratona. "Isso pode, isso não, isso vai comprometer no treino." Tive a orientação da Nutri Adriane Rodriguez.  - Algumas (muitas) renúncias, saidinhas, bebidinhas, a prioridade era sempre tentar dormir mais cedo. Saída na sexta à noite? Nem pensar, sábado tem longão, ou seja, treino com a maior quilometragem da semana. E assim foi, vieram os treinos de 25km, 26km, o assustador 30km e 32km. A parceria e amizade nos treinos …