quarta-feira, 29 de julho de 2009

15 hábitos para viver mais e melhor


Esta pesquisa, publicada no British Medical Journal, é o resultado de um estudo americano da Escola de Medicina de Harvard, que avaliou 77 872 mulheres entre 24 e 59 anos por mais de duas décadas. Mas as dicas, elaboradas a partir das conclusões a que chegou o estudo, podem ser seguidas por homens e mulheres. Colocar em prática essas atitudes é programar um futuro com mais saúde.

Respeite seu corpo: cansaço e estresse podem custar caro à sua saúde. Nos tempos atuais, de rotinas agitadas, é difícil manter o equilíbrio. Mas é preciso lutar por ele.

Pratique exercícios: a atividade física faz seu corpo trabalhar melhor, previne doenças e ainda alivia o estresse. Mas, para garantir benefícios à saúde, é preciso regularidade. Não adianta malhar às vésperas do verão para entrar no biquíni e depois se render ao sofá.

Desarme o estresse: aprenda a eleger tarefas e estabelecer prioridades em vez de carregar o mundo nas costas. Estresse causa doenças do coração e outros distúrbios.

Escove os dentes: para garantir um sorriso bonito daqui a algumas décadas é fundamental prevenir cáries e doenças nas gengivas.

Fique em silêncio: encontre um tempo para você olhar para dentro. A quietude interior traz autoconhecimento, a introspecção alivia a ansiedade.

Alimente-se bem:
aposte em frutas, verduras, grãos integrais e beba muita água.

Preserve o sono: dormir mal afeta o humor, o raciocínio e a tomada de decisões.

Controle o peso: o excesso de gordura pode desencadear mais de 30 doenças, como diabetes, hipertensão, colesterol alto, deficiências respiratórias etc.

Apague o cigarro: câncer, distúrbios do coração e doenças pulmonares lideram a lista das mais de 50 doenças associadas ao tabaco.

Cultive bons sentimentos: seja generoso, solidário, tenha compaixão. Ter bons pensamentos, sentimentos e atitudes faz bem aos outros e a nós mesmos.

Faça check-ups regularmente: ao monitorar como anda sua saúde você pode atacar o problema logo no início.

Se espreguiçe: ao invés de saltar correndo da cama, dê tempo para os músculos "acordarem". Alongue-se.

Use protetor solar: os raios ultravioletas envelhecem a pele, aumentam a flacidez e ainda há o risco de câncer. Proteger-se é fundamental.

Fracione a dieta: comer pequenas porções cinco ou seis vezes ao dia, em vez de fazer refeições abundantes, contribui para a digestão e o melhor aproveitamento dos nutrientes.

Tenha amigos: quem conta com um ombro para desabafar vive mais, adoece menos e escapa da depressão, segundo um estudo de cientistas da National Geographic Society e da Universidade de Minnesota, ambas nos Estados Unidos. Ao lado da alimentação saudável e da atividade física, o lazer e as relações sociais são determinantes para prolongar a vida.

0 comentários:

Postar um comentário