quinta-feira, 15 de setembro de 2011

A felicidade mora ao lado. Será ???


A felicidade mora ao lado...pura mentira!
Ela está dentro de nós mesmos.O problema é que as vezes a gente leva anos para encontrá-la,mesmo sabendo que ela esta sendo construída ao longo  do nosso desenvolvimento,a buscamos insaciavelmente por sermos quem somos e para  sentir o que é ser feliz.
Então através das nossas imensas expectativas sejam elas em que áreas forem e das conseqüentes frustrações por não atingi-las, começamos a vivenciar o estado invejoso, que tanto sofrimento interno e externo traz. Interno pela insegurança, medo, inferioridade e, externo, pois cometemos muitos desatinos motivados pela inveja. Se a inveja for um aspecto dominante na nossa maneira de viver no mundo, certamente ela nos conduzirá a relacionamentos conflituosos e não saudaveis, marcados por afastamentos e intrigas.
Vamos olhar para a inveja mais de perto.
Ela nos chega através da instância do desejo e não da instância da necessidade. Ter vontade de possuir algo não é o mesmo que necessitar do que se deseja.Pensem comigo: eu precisode um carro novo, pois o meu é antigo e  sempre precisando de reparos o que me leva a ter muitos gastos. Mas minha amiga acaba de comprar um novo, zero quilometro e com aquele cheiro de novo. Se eu não comprar um carro igual ou melhor o que ela vai pensar? Então meu desejo de ser, igual a ela, por isso faço uma compra desnecessária, pois um modelo básico atenderia minhas necessidades.
A inveja nos faz sentir que somos os nossos objetos. Eu sou o carro, a casa,a roupa,e as coisas em geral que possuo, desta maneira a minha satisfação comigo mesma é momentânea, poiso mercado lança diariamente novos modelos para tudo.
Então, de onde vem o meu desejo? Da minha inconsciência de mim mesma. Do vazio que não se preenche. Da minha necessidade de provar-me frente a tudo e a todos. De ser a melhor. De ser a mais bonita,querida e valorizada. E esta história vem desde quando nos deparamos com nossos pais em situações afetivas e corremos para separá-los; depois pode ser com nossos irmãos (se o tivermos). E assim,passamos repetindo este modelo rumo a sensação de infelicidade. 




"A cada dia que vivo, mais me convenço de que o desperdício da vida está no amor que não damos, nas forças que não usamos, na prudência egoísta que nada arrisca e que, esquivando-nos do sofrimento, perdemos também a felicidade".
Carlos Drummond de Andrade 

13 comentários:

  1. Rô,
    Minha vó diz até hoje que inveja mata e mata mesmo.
    Bj

    ResponderExcluir
  2. Eu penso assim, meu carro velho vai onde um novo vai e tô nem ai, sem falar que tem menos chance de ser roubado, a vida é passageira.

    ResponderExcluir
  3. . Rô meu anjo amigo querido, dizem os antigos: A INVEJA MATA, MATA MESMO! Mas não mata no sentido estrito da palavra, mata por corroer as entranhas do invejoso, por ele se preocupar em demasia com a vida do próximo (tem uma blogueira que diz: deixa eu ir cuidar da minha saúde pq da minha vida já tem muita gente cuidando, não me lembro quem é, mas nunca esqueci a frase).
    . vc é uma vencedora em vários quesitos e isso incomoda muita gente (tanto quanto os elefantinhos daquela musiquinha, risos), mas não esmoreça, continue na sua vida, cuidando dela e sem permitir que abutres infelizes tire o brilho da sua vivência.
    . conte comigo sempre.
    . beijinhos mil.
    . fiquem com DEUS.
    . #UniãoDaBlogosferaLight.

    ResponderExcluir
  4. Adorei o post.

    Essa frase de Carlos Drummond de Andrade fala TUDO!

    Bom dia, bom dia, bom dia!

    BEIJOS

    ResponderExcluir
  5. Muito interessante o texto... inveja é uma coisa mesmo.

    Oi, Rô! Estou em dívida cmg mesma em relação a consultoria... acabei tendo uns imprevistos financeiros e não pude iniciar...

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  6. oiii

    Nossa adorei...
    Tenho um probleminha desse na familia, e que incomoda muito, mas olhando por esse angulo, fico muito aliviada, pq isso faz mais mal pra pessoa que pra mim.
    Gostei mto mesmo.

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Oi Rô...não te deixa abater...
    Teu sucesso incomoda as pessoas sem luz própria...mas eu sei da tua história, da tua luta, que tu faz tudo isso para nos ajudar...pq ja passou por tudo isso.Bjusss

    ResponderExcluir
  8. Rô minha linda meu email é patricia_santos_paty@hotmail.com
    Fico aguardando seu email...obaaa!!!rsrsrr
    beijinhos mega carinhosos..

    ResponderExcluir
  9. Essa people só não contava que tu é muito querida pelo brasil inteiro via web..
    Vai se roer de inveja!!!

    ResponderExcluir
  10. oi ro, passando p deixar um mega beijo adorei o visu do blog, ain tanmto tempo n passava por ak, beijao querida

    ResponderExcluir
  11. Eu sou uma pessoa invejosa... Quando vejo alguem sendo feliz, sendo linda, sendo saudavel eu falo "Putaqueopariu, que inveja daquela mina" e me meto a correr atras pra ficar "igual"... o ruim da inveja é aquele tipo "tomara que ela se foda, que engorde, que adoeca"... Eu transformo minha "inveja" em luta!
    (e se o povo fizesse isso, ia ser mais feliz)

    ResponderExcluir
  12. Muito bacana o post.

    É.....como dizem: a inveja seca pimenteira......

    Precisamos aprender a diferenciar "desejo" de "necessidade"......=)

    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Adorei o post, o blog e com certeza você é uma das minhas inspirações, preciso perder os 30kg que você perdeu! .. e vamos que vamos rs.
    Não consegui seguir você :(
    se tiver como me siga, pois ai talvez dê certo e eu consiga seguir você rs.
    http://430diarios.blogspot.com
    beijos

    ResponderExcluir