quinta-feira, 6 de outubro de 2011

O que atrapalha a sua dieta?

facebook-dieta
Mutas vezes reclamamos da balança, mas é bom observarmos onde estamos errando ou acertando e corrigir o que está atrapalhando na conquista do seu objetivo.
Veja as dicas:
1. "O final de semana e as baladinhas me tiram da linha"
Fazer dieta de segunda à sexta e relaxar nos finais de semana é um grande erro. Esse acerto de contas não compensa. "As células de gordura de quem está em processo de emagrecimento absorvem e armazenam os nutrientes com mais facilidade em comparação à garota que tem o peso estabilizado", explica o nutricionista Hélio Ventura, da Clínica Vitée, no Rio de Janeiro (RJ). Quer dizer, você pode engordar tudo o que emagreceu e mais um pouco. Evite esse risco fugindo das dietas radicais. Um cardápio equilibrado não é difícil de ser seguido até mesmo no sábado e domingo. Quanto tomar de sorvete sem escorregar na dieta? E um punhado de amendoim, põe tudo a perder? Fique fria: sem exagero, você pode comer de tudo.

2. "As festas de aniversário me fazem sair da linha"
Esse é um momento onde as pessoas acabam desistindo da dieta. Mas saiba que dá sim, para você aproveitar essa diversão sem colocar tudo a perder. O segredo é mudar o seu jeito de pensar. Festas não precisam ser sinônimo de comilança sem fim. Aqui, a regra também é a ponderação. "Se o menu da festa for um jantar, pule aquele couvert super calórico e opte por bebidas mais leves. Você também deve intercalar bebidas alcoólicas com água para se manter hidratada", ensina a nutricionista Cynthia Antonaccio. Se o compromisso for festinhas infantis cheias de brigadeiros ou um happy hour com muitos petiscos, faça uma refeição levinha antes de sair de casa. Com o estômago forrado, você não se acaba comendo essas tentações.

3. "Não consigo parar de comer quando gosto de alguma coisa, principalmente massas"
A primeira atitude para combater os quilinhos extras: tirar o macarrão de cena, certo? Nem sempre! Se você combiná-lo a uma porção de proteína magra (peito de peru, peixe, queijo cottage) e outra de gordura boa (azeite de oliva), essa delícia perde o poder de alargar a cintura. Isso acontece porque esses nutrientes são capazes de reduzir o índice glicêmico (IG) do carboidrato. Ou seja, a massa vira açúcar no sangue mais devagar, evitando picos glicêmicos e, consequentemente, a produção excessiva de insulina - hormônio que estoca gordura. Se a massa for acompanhada de hortaliças, melhor! "As fibras das verduras e legumes ajudam a prolongar a saciedade, acabando de vez com aquela história de você sentir fome meia hora depois de comer um prato farto de macarrão", diz a nutricionista Roseli Rossi, da Clínica Equilíbrio Nutricional, em São Paulo. O tamanho da porção conta muito na dieta. Então diminua a quantidade da massa e, claro, esqueça o molho quatro queijos. Antes de colocar a mão na massa, veja nossas sugestões para "emagrecer" o macarrão:
Prefira massa integral. Por ser rica em fibras, tem um IG mais baixo que a massa refinada. Há várias opções no mercado.
• Outra boa opção é a massa de grano duro (grão duro, em português). Leva a sêmola do trigo, um tipo de amido mais resistente e, por isso, com um IG moderado. Leia o rótulo: as massas italianas são tradicionais em grano duro, mas há versões nacionais.
• Cozinhe o macarrão al dente. Para isso, retire-o do fogo ainda firminho. Quanto mais mole a massa, menos resistente fica o amido, que passa a ser transformado em açúcar no sangue num piscar de olhos.

4. "O desejo incontrolável de doce após o almoço"

Um pecado por dia não vai arruinar seu plano de manter a fita métrica estável. Ao contrário, evita que o desejo de comer um bombom cresça e vire compulsão - aí fica fácil você devorar a caixa inteira. Por isso, a chance de emagrecer ou manter o ponteiro da balança sob controle é maior quando você pode comer doce. E o pedaço nem precisa ser grande. Esse é o truque: ficar esperta com o tamanho da porção. "A cota de açúcar não deve ultrapassar 10% do total de calorias diárias", orienta a nutricionista paulistana Cristina Menna Barreto. Mas, antes que você se delicie com um brigadeiro, um último detalhe: para ter direito à fatia do doce, precisa respeitar o equilíbrio nutricional de todas as refeições. O doce tem 200 calorias? Tudo bem, pode comer. Muita rigidez (lembra?) desanima e, cedo ou tarde, faz você sair da linha. Mas deixe para cometer esse exagero uma vez ou outra. E, em troca, escolha sobremesas com castanhas, ou frutas. "As fibras e gorduras boas diminuem a velocidade de absorção do açúcar. Daí a glicose é liberada no sangue aos poucos, evitando picos de fome e ataques de beliscos", explica Roseli.
5. "Os lanches que eu faço para ter menos trabalho na cozinha"
Amantes dos lanchinhos, atenção: não é preciso abrir mão do bom e velho pãozinho para conquistar as formas desejadas. É só apostar na combinação de pão com proteína magra e gordura saudável. Desta maneira, você tem um prato completo e leve. Veja algumas sugestões práticas e saudáveis.

Sanduíche + salada
Opção 1: ½ pão sírio grande com ½ lata de atum light com 1 azeitona verde picada, cubinhos de tomate e 3 col. (chá) de azeite de oliva + 1 prato (sobremesa) de salada: champignon, agrião, rodelas de rabanete e de pepino (limão, sal e azeite para temperar).
Opção 2: 2 fatias de pão light com 6 fatias (100 g) de rosbife magro e 3 col. (chá) de azeite + 1 prato (sobremesa) de salada de folhas verdes (temperada com sal e limão).
Opção 3: ½ pão de hambúrguer com 1 hambúrguer pequeno de frango grelhado, 1 col. (chá) de maionese light, 1 col. (chá) de azeite, ½ col. (sobremesa) de mostarda e ½ col. (sobremesa) de ketchup.

http://boaforma.abril.com.br

11 comentários:

  1. Gostei das dicas ,principalmente a dos fins de semana rs
    bjos

    ResponderExcluir
  2. Oi Rô! Me senti aliviada lendo a última dica, pois não consigo jantar "comida" prefiro um sanduiche light com café, agora posso seguir mais tranquila minha dietinha,sem me achar um E.T.-rssss. Beijinhos

    ResponderExcluir
  3. Rô adorei nossa conversa ontem no face, audou muito!!!! Tõ citando vc no meu bloguinho hoje, se der passa lá!!!
    Bjocas

    ResponderExcluir
  4. olha essa do findi é uma bela dica, geralmente eu coloco tudo por agua baixo no findi achando que estou fazendo certo.

    amei as dicas Musa.

    bjs

    ResponderExcluir
  5. Ah fala a verdade D. Rosangela:
    Vc fez este post pra mim né? Todos meus pecados reunidos com um puxãozinho de orelha! E diquinhas, rsrsrs.
    Eu vou melhorar, devagar eu tomo jeito.
    Bjokas

    ResponderExcluir
  6. Me enquadro em todos os requisitos..hahaha! coisa triste!
    Beijos lindona!

    ResponderExcluir
  7. Eu também ainda estou me adaptando ao PENSAR MAGRO. A mente obesa ainda tropeça e tem dia que quer comer tudo.
    Mas, estou subindo um degrau por dia.
    Beijo

    ResponderExcluir
  8. Adorei o post me encaixo mto neles..

    Mas o que mais me derruba é a depre, ando com problemas e dai, fico triste sem vontade fazer nada, nem comida, e acabo comendo pra sentir algum prazer...

    ResponderExcluir
  9. Parabéns por sua vitoria!!!!
    Já estou te seguindo!
    Bjus!

    ResponderExcluir
  10. Meu problema são os fins de semana... baladinhas e aniversários!!!

    Adorei as dicas!!!

    Bjocas

    ResponderExcluir
  11. amei as dicas, a do doce eu ate me contento com uma fatia de fruta. bjnho minha amiga maravilinda.

    ResponderExcluir