Pular para o conteúdo principal

Um cachorro-quente por dia eleva risco de doença cardiovascular em 42%

Comer um cachorro-quente por dia aumenta em 42% os riscos de sofrer doenças cardiovasculares, segundo um estudo americano publicado nesta segunda-feira e que mostra os riscos associados ao consumo de carnes e embutidos.

A pesquisa, da Faculdade de Medicina de Harvard, foi publicada nesta segunda-feira no site do jornal Circulation e se baseia na análise de 1.600 estudos que observaram 1,218 milhão de pessoas em uma dezena de países.

Os resultados mostram que um consumo diário de 50 gramas de embutidos, como uma salsicha, rodelas de mortadela ou de bacon defumado, está associado a um risco 42% maior de desenvolver uma doença cardiovascular, assim como 19% mais chances de ter diabetes tipo 2.

Entretanto, o estudo não revela a mesma correlação com o consumo de carne fresca, seja de boi, porco ou carneiro.

As normas de vida saudável recomendam um limite no consumo de carne, mas até agora "estudos mostraram resultados gerais relacionando o consumo de carne e doenças cardiovasculares e diabetes", afirmou Renata Micha, a principal autora do estudo.

"A maioria dos estudos anteriores não consideraram separadamente os efeitos na saúde do consumo de carne processada versus carne fresca", disse Micha, uma pesquisadora do departamento de Epidemiologia da Escola de Harvard de Saúde Pública (HSPH).

Sódio e conservantes

Enquanto carnes frescas e processadas consumidas nos EUA contêm quantidades parecidas de gordura saturada e colesterol, pesquisadores descobriram que a carne processada "contém, em média, quatro vezes mais sódio e 50% mais conservantes a base de nitratos", disse Micha.

"Isso sugere que diferenças em sal e conservantes, mais que a gordura, podem explicar o maior risco de doenças cardiovasculares e de diabetes no consumo de carne processada".

Com o objetivo de diminuir ataques cardíacos e aumento de casos de diabetes, seria melhor evitar carnes processadas como bacon, salames, salsichas e cachorros-quentes, destaca Micha.

"Baseado em nossas descobertas, comer uma porção de carne processada ou menos por semana estaria associado a um risco relativamente pequeno", concluiu Micha.

http://noticias.uol.com.br

Comentários

  1. Oi!

    Sopinha no inverno é tudo de bom mesmo...ainda bem que não como cachorro quente...rs

    bjinhos!

    ResponderExcluir
  2. Oi,Rô!Lanches e fast food não tem nada de saudáveis isso a gente já tá careca de saber,mas comer um uma vez lá que outra não mata ninguém tbm nao podemos nos privar de td.
    Cuide-se!
    Um ótimo findi!
    beijosss

    ResponderExcluir
  3. oi!!
    Antes de ter meu filho era viciada nesses lanches, mas agora de tres anos pra cá eles são raros aqui em casa quase não compro nada embutido pois meu filho tem dermatite atópica que é agravada com o uso de corantes então esses alimentos são proibidos.
    e agora com a RA então estou passando longe deles.

    beijinhossss

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Maratona de Porto Alegre 2017

Já está disponível no site da 34ªMaratona Internacional de Porto Alegre o percurso, faremos um lindo tour pela cidade.

A Maratona de POA é considerada uma das mais rápidas por ser praticamente plana e com temperatura baixa.
No ano passado a maratona foi bem gelada, com temperatura perto de 0ªC(zero).  É bom preparar-se para o frio e com roupas confortáveis.

Algumas informações:
LOCAL E DATA:  será realizada no dia 11 de junho de 2017, com Largada e chegada  no BARRA SHOPPING SUL,  Av. Diário de Notícias, 300, Bairro  Cristal. ENTREGA DOS KITS:BARRA SHOPPING SUL,  dias 08, 09 e 10/06 das 11h até as 19hs (não haverá entrega de kits no dia do evento) FEIRA DA MARATONA 08, 09, 10 E 11/06.
 PROGRAMAÇÃO 6h45min: Cadeirante, HandBike e Especial (Maratona): 6h55min: Elite Maratona Feminina 7h: Maratona Masculina Elite, público geral, Maratona Feminina público geral e Meia Maratona de Porto Alegre (todos os participantes). 7h30min: Rústica de Porto Alegre 10km, 5km de Porto Alegre e 3km de Porto Alegre 10…

Kássia emagreceu 21kg

Hoje quero compartilhar com vocês a superação e mudança da querida amiga virtual Kássia. Ela deixou o sedentarismos de lado, começou a se exercitar em casa e mudou totalmente seu estilo de vida, tenho muito orgulho de acompanhar todo esforço e essa trajetória linda! Segue abaixo o depoimento dela:

Meu "sobrepeso"  de fato não incomodava tanto a ponto de fazer loucuras ou dietas mirabolantes. Comecei a engordar quando me casei, depois tive meu primeiro filho e aí a coisa ficou séria. Engordei 14kg na gestação, não me lembro de ficar me pesando ou fazendo dietas depois que tive ele.  Pensava, "tô casada, feliz, com um filho e meu marido me ama". Quando meu filho tinha 6 meses me lembro de estar com 67 kg, mas logo me vi engordando e muito, em pouco tempo. O fato é que fui me descuidando. Anos se passaram e eu sempre oscilando entre 79kg e 85kg (conheci vários blogs nessa época, inclusive o da Rô). Fiquei nessa sanfona por uns 6 anos. Até que engravidei da minha pequena …

Bolo de Cenoura com farinha de Coco

Uma ótima novidade, o Wagner Andrade estará compartilhando suas deliciosas receitas aqui no blog, todas produzidas por ele, receitas leves que valem a pena experimentar, para estreia temos esse delicioso Bolo de Cenoura.



Bolo de cenoura Proteico com farinha de coco e farelo aveia

Ingredientes:
-3 cenouras média  
- 6 claras
- Essência de baunilha
- Stevia 40 a 50 gotas
- 50ml de água fervente
- Fermento 1 colher de chá
Opções de acompanhamentos que super combinam: whey, leite em pó, pasta de amendoim, banana, morango, canela, coco ralado.
- 3 ovos
- 150g de farinha de coco - 150g de farelo de aveia
- 90g de chocolate 60% a 70% cacau cobertura

1. No liquidificador bata as cenouras picadas, ovos, claras, baunilha e o adoçante por volta de 1 a 2 minutos até as cenouras ficarem bem processadas.

2. Agora acrescente as farinhas de coco e farelo de aveia e misture com uma colher, aos poucos acrescente a água fervente até que a massa fique pastosa e por último o fermento químico. Leve ao forno pré-a…